Coceira vaginal: 4 maneiras de tratá-la efetivamente – Melhor Com Saúde

As mulheres sempre acabam sendo alvos de diferentes situações desconfortáveis e bastante incomodas. Isto porque seu organismo age e se comporta de maneira muito diferente do público masculino. Normalmente, os hormônios femininos são os responsáveis pela maioria dos problemas que surgem.

Entretanto, nem sempre é dessa maneira, tem ocasiões em que devido a sua sensibilidade maior, algumas bactérias podem se alojar em seu corpo e fazer verdadeiros estragos.

Seja como for, há sempre alguma coisa fazendo com que as mulheres estejam sempre em alerta com sua saúde física. E mais, elas sempre estão atentas aos menores sinais que o corpo manifesta.

Hoje, iremos conversar sobre um determinado problema que afeta muitas mulheres, porém que não recebe tanta a atenção, que é o caso da coceira vaginal. Esse tipo de problema pode indicar diversas coisas. Mas tem solução, veja como a seguir.

4 formas de tratar a coceira vaginal

  1. Use mel
  2. Veja mais:

O mel é um alimento muito utilizado para diferentes fins. O que mais se costuma ouvir é o mel para adoçar os alimentos e também para tratamentos de pele. Mas hoje, vamos apresentar uma forma diferente de usar o mel.

Com uma pequena quantidade, entre 20 a 30 gramas, você deve pegar esse mel e começar a passar na região onde coça. Espere no máximo 30 minutos com o mel e em seguida retire tudo com água morna.

O mel irá ajudar a diminuir a sensação de irritação e também caso esteja queimando o lugar. E o que é ainda melhor o mel se for aplicado pode melhorar qualquer tipo de infecção.

 

  1. Ácido bórico como um aliado

Totalmente indicado, o ácido bórico é capaz de eliminar qualquer fungo que esteja na região da vagina, além de servir como um bom antisséptico. Através do uso correto, qualquer mulher consegue dizer adeus a sensação de desconforto que gera nessa região devido a alguma situação.

Para fazer o procedimento é simples. Pegue meio copo com água filtrada e adicione 4 colheres do ácido bórico, em seguida comece a mexer até que o pó seja diluído por completo.

Depois que o conteúdo ficou homogêneo, você deve colocar em um algodão ou cotonete e começar a passar no local onde há o incomodo. Você deve deixar apenas 2 minutos na região, nada além disso. Logo depois comece a lavar. A aplicação deve ocorrer todos os dias, durante 14 dias.

  1. Folhas de alecrim

Se o seu problema envolve alguma bactéria que esteja alojada na parte da vagina, então as folhas de alecrim são a sua solução. Para aqueles que não sabem, as folhas de alecrim são ótimas para exterminar as bactérias que possam causar qualquer problema a sua saúde.

O preparo para aplicação é algo muito fácil de fazer. Você deve ferver cerca de quatro copos de água, após a fervura adicionar algumas folhas de alecrim e logo em seguida desligar e colocar um pano sobre a panela. Deixe dessa maneira por no máximo 15 minutos.

Assim que a bebida estiver fria, comece a passar na região. Espere secar por completo, antes de colocar alguma roupa. Em um semana, aplicando duas vezes no dia, você não terá mais problemas com coceira devido a bactérias.

  1. Se você estiver com coceira, o alho é ideal

As coceiras vão sumir, a partir do momento que você começar a adicionar um pouco mais de alho em sua alimentação. Esse alimento possui inúmeras propriedades, capazes de ajudar a diminuir os problemas causados por bactérias, afinal o alho é um antibiótico natural.

Para que ele tenha efeitos sobre a área afetada, é necessário ter 4 dentes de alho, um pouco de azeite e mexer os dois juntos. Deixe que repousem por até 30 minutos. Passe essa solução na vagina, do lado externo. Espere 10 minutos e comece a enxaguar a área.